Observação importante

O objetivo do Blog não é acusar ou perseguir compositores, tampouco os intérpretes das músicas aqui analisadas. O objetivo é avaliar que tipo de afirmações estão sendo proferidas em nossos púlpitos e lares cristãos, seguindo a linha de raciocínio dos crentes bereanos (Atos 17:11) e os conselhos de Paulo (1 Ts 5.21; Hb 13.9) e João (1 João 4.1). Todas as análises são de responsabilidade de seus autores e críticas são bem vindas, desde que não venham acompanhadas de ofensas, mas de paz. Se desejar, leia aqui um artigo sobre algumas considerações sobre música e culto.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Música: Deus Supremo és (Corinhos Evangélicos)



Letra:

Deus supremo és,
Soberano em glória.
És incomparável(maravilhoso), em Tua formosura.
És incomparável(maravilhoso), em Tua majestade

Não há outro Deus, como Jeová;
Não há outro Deus, além do Senhor.
Não há no céu, não há na terra,
Não há no mar, Deus como o Senhor

Deus supremo és,
Soberano em glória.
És incomparável(maravilhoso), em Tua formosura.
És incomparável(maravilhoso), em Tua majestade

Não há outro Deus, como Jeová;
Não há outro Deus, além do Senhor.
Não há no céu, não há na terra,
Não há no mar, Deus como o Senhor


Análise:

Esta canção é uma declaração de amor em forma de exaltação. Ela é a exata imagem do que eu chamo de “expressão de louvor”, absurdamente diferente daquelas que acabam sendo reprovadas neste blog. Basta uma leitura superficial para perceber isso.

Em momento algum desta canção o homem aparece exaltado, vencedor ou conquistador, pois apenas o Eterno e Soberano Deus possui estas características, lindamente ditadas em verso nesta canção.

Eu precisaria citar a bíblia inteira para demonstrar como cada frase, cada expressão, cada verdade aqui é concordante com tudo o que está revelado a respeito de nosso Grande Deus, mas acredito que basta repetir uma única frase para uma aprovação com louvor:

Não há outro Deus, como Jeová!

OBS.: Infelizmente letras como esta são pouco comentadas neste Blog, pois muitos preferem criar embates e ofensas ao defender canções alheias à verdadeira adoração do que debater sobre a importância para a formação cristã de canções como esta. Espero que um dia este quadro se transforme.

4 comentários:

Fernando Barbosa disse...

Esta belíssima música, eu ouví pela primeira vez em 1997, mas acho que ela é de 1996. Maravilhosa. Ela nos leva a adorar de uma forma muito profunda na raZão e na emoção... Aprovadíssima!

Paulo disse...

Estamos estudando sobre a essência de Deus... Muito profunda a frase. Só existe um Deus. Algo errado que afirmamos é que somos monoteístas, pois o monoteísta considera que apenas um pode ser o Deus verdadeiro. Ou seja, ainda assim considera outros, mesmo que neguem sua deidade. Somos Teístas. Ou seja.

Não há ninguém como Tu Senhor. Incomparável. Imensurável. Único Eterno.

Nós Te adoramos!

Anônimo disse...

Alguém sabe o compositor dessa música?

Anônimo disse...

Autor desconhecido.

Postar um comentário

Compartilhe sua visão desta música para que todos possam crescer em conhecimento da verdade.

Related Posts with Thumbnails